Câmara realiza dia 4 de fevereiro Sessão Solene de homenagens
Publicado em: 01/02/2011

Na próxima sexta-feira, dia 4 de fevereiro, a Câmara Municipal de Tietê vai entregar a homenageados Títulos de Cidadão Tieteense e Medalhas de Pirapora de Curuçá. A Sessão Solene está marcada para às 20h, no Teatro Santa Terezinha. Os homenageados com as honrarias são as seguintes pessoas:

 
 
MEDALHA PIRAPORA DO CURUÇÁ
 
 
 
ANTONIO EGIDIO DE VICENTIN LEITE
 
Nasceu em Tietê, aos 31 de outubro de 1948. Casado com Sueli Aparecida Pasquotto Leite é pai de Daniela Pasquotto Leite. É formado Professor Primário, Técnico em Contabilidade, Contador e Administrador de Empresas.
Teve participação comunitária como ex-diretor da União Cultural e Estudantil Tieteense, Sociedade Recreativa de Tietê e jornal Nossa Folha.
Iniciou suas atividades profissionais trabalhando na Organização Contábil Tietê, Casa Plinio e até os dias de hoje trabalha como Diretor da Empresa Cybelar. Nessa empresa conquistou o Troféu TOP 2009 em reconhecimento pelo empenho, carinho e ética no trabalho.
É homenageado com a Medalha Pirapora de Curuçá, cujo Decreto Legislativo é de autoria do vereador Palmiro Belotto Franzini.
 
 

 

 
 

RENATO BORDENALE FILHO  
 
Nasceu em Tietê, aos 07 de outubro de 1953, filho de Renato Bordenale (in memorian) e Maria Teresina Zepelline Bordenale. É pai de Ana Flávia Zanardo Bordenale. São seus irmãos: Márcia, Silvana, Rossana e Marcos Alberto Bordenale.
Estudou no Grupo Escolar “Luis Antunes” e posteriormente no Instituto de Educação “Plínio Rodrigues Moraes”. Trabalhou durante vários anos no Supermercado Rossilmar, que era de propriedade de seu pai.
Formou-se Engenheiro Agrônomo em 1979, na Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, onde participou do Centro Acadêmico.
Após sua formação acadêmica ingressou na Casa da Lavoura de Tietê, onde trabalhou por mais de três anos. Nesse período participou de atividades na execução de estudos sobre arborização urbana e na implantação da Usina de Leite de Tietê/Cerquilho.
Depois que deixou a Casa da Lavoura passou a exercer atividades na avicultura e está também há 15 anos no ramo do comércio de veículos, sendo proprietário da revenda Auto Sempre Zero, instalada no centro da cidade.
Em 1992 teve participação política como candidato a vereador.
É homenageado com a Medalha Pirapora de Curuçá, cujo Decreto Legislativo é de autoria do vereador Marcelo Moraes.
 
 
 
 
LUIS DONIZETE SANDEI DE MELO
 
Luis Sandei, nascido em Tietê, é ator profissional, diretor e orientador teatral. É graduado em “Licenciatura Plena em Teatro – Arte/Educação” pela Universidade de Sorocaba e atualmente cursa pós-graduação em Artes Cênicas pela Faculdade Paulista de Artes em São Paulo. Possui também vários cursos na área de TV e Cinema (Beto Silveira, Milton Neves, Fernando Leal, Eduardo Mascarenhas, etc).
 
Ministra oficinas livres de teatro e circo para prefeituras e governo do Estado em várias cidades da Região de Sorocaba e Grande São Paulo. Participou de mais de 40 espetáculos teatrais, 5 comerciais, 4 filmes, programas de TV e 2 novelas.
É idealizador e fundador da Mostra de Teatro Tietê e da Paixão de Cristo de Tietê, a maior da Região de Sorocaba.
Ganhou vários prêmios como ator e diretor teatral e por seis vezes recebeu “menções honrosas” da Câmara Municipal de Tietê pelo valor histórico e social de suas peças, além de ser homenageado na 50ª Semana Cornélio Pires de 2009.
É membro da Cooperativa Paulista de Teatro e representante do SATED (Sindicato dos Artistas).
É homenageado com a Medalha Pirapora de Curuçá, cujo Decreto Legislativo é de autoria do vereador Pablo Civitella.
 
 
 
JOSÉ FURIAN FILHO 
 
Nasceu em Tietê, em 17 de abril de1962, filho de Jose Furian (in memorian) e Cassilda Eunice Caseto Furian.
Em 1963 mudou-se para cidade de Oscar Bressane. Iniciou sua graduação em 1981, na Faculdade de Engenharia de Barretos, interrompendo em 1984 para ingressar na Escola Superior de Administração Postal, localizada em Brasília/DF - cuja mantenedora era a Empresa de Correios e Telégrafos - concluindo em 1986. Neste mesmo ano transferiu-se para Sorocaba onde concluiu, em 1990, a Faculdade de Engenharia de Sorocaba, graduação em Engenharia Elétrica. É pós-graduado em Administração de Markenting pela Universidade de Sorocaba e em Negócios para Executivos pela FGV-Fundação Getulio Vargas de São Paulo.
Casou-se em 1984, com Renata Giardi Ferreira Furian com quem tem duas filhas: Letícia Ferreira Furian e Amanda Ferreira Furian, ambas nascidas na cidade de Sorocaba.
Iniciou sua carreira profissional na Empresa de Correios e Telégrafos - ECT em 1986 na cidade de Sorocaba, onde permaneceu até 1997, quando foi transferido para cidade de Araraquara. Em agosto de 2008 foi designado pelo presidente da ECT, para exercer a função de Diretor Regional dos Correios da Diretoria Regional de São Paulo Metropolitana e Baixada Santista, o que representa 10% da área territorial do Estado de São Paulo.
A Diretoria Regional de São Paulo Metropolitana é a maior das 28 diretorias regionais dos Correios no Brasil, com 21.000 empregados e responsável por 50% do faturamento da empresa, que em 2009 foi de R$ 12,4 bilhões e 60% dos objetos postados diariamente, cerca de 13 milhões de objetos postais por dia.
É homenageado com a Medalha Pirapora de Curuçá, cujo Decreto Legislativo é de autoria do vereador José Wilson dos Santos.
 
 
 
 
FERNANDA MARIA BRANDOLISE BUFO
 
Nascida em Tietê, aos 04 de maio de 1973, é professora de dança. Quando criança começou seus estudos de Ballet com Aglaís Rodrigues de Moraes. Após alguns anos decidiu estender os estudos para as modalidades de jazz e sapateado. Na busca pelo aperfeiçoamento, deu continuidade aos estudos em Piracicaba na Academia Portal Sports. A sua dedicação e empenho aos estudos lhe rendeu um convite para ministrar aulas de dança na Escola de Música da cidade de Laranjal Paulista. Nesta época, Tietê possuía somente uma academia de dança, assim, Fernanda resolveu ampliar seu aprendizado com objetivo de tornar-se mestra e iniciou sua caminhada na Faculdade da cidade do Rio de Janeiro, onde fez o curso de Licenciatura em Dança, no qual teve a oportunidade de aprender com professores considerados ícones na dança cada qual na sua modalidade. Na mesma época, se sentiu na obrigação de passar aquilo que havia aprendido a outras pessoas, ministrando aulas na Academia Valéria Moreira, assim como em projetos assistências, além de fazer parte da comissão de frente da Escola de Samba Beija Flor de Nilópolis.
Após se formar e obter o primeiro lugar na prova para o Sindicato dos Bailarinos, cuja banca contava com Ana Maria Botafogo, uma celebridade, iniciou um aprimoramento em dança Flamenco e dança do Ventre.
Em 1998, voltou a dar aula na Academia Impacto (Tietê), na Classique Ballet (Laranjal Paulista) e na Oficina’s Expert Brasil (Cerquilho). A partir de então, com uma larga experiência adquirida, percebeu que havia campo para a dança expandir-se em Tietê e em 2000, fundou a Escola Muacanga que hoje tem o nome de Escola de Danças Nos Passos & Compassos.
Atualmente ministra aulas em Laranjal Paulista, Jumirim e faz parte de uma companhia de dança do ventre chamada “Maktub” da cidade de Piracicaba, além da Escola de Dança Nos Passos & Compassos que realiza um grande espetáculo todo ano no encerramento de suas atividades.
É homenageada com a Medalha Pirapora de Curuçá, cujo Decreto Legislativo é de autoria do vereador Pablo Civitella.
 
 
 
 

 
ALINE APARECIDA PASIN PEREIRA

 
Aline Pasin, é nascida em Tietê em 14 de julho de 1981, filha de José Francisco Peres Pasin e Maria Lúcia de Fátima Pasin (in memorian). É casada com Neilson Rodrigo Pereira, e tem um filho, Luiz Francisco Pasin Pereira, de 2 anos de idade.
Formou-se em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo pela Universidade Metodista de Piracicaba - UNIMEP no ano de 2003. Começou a trabalhar como jornalista no jornal Folha da Cidade no ano de 2000.
Em 2005, o jornal foi adquirido pela rádio Nova Regional, e Aline passou a ser a Editora-Chefe do Folha da Cidade, cargo que ocupa há cinco anos. Junto a esta conquista vieram outras: é jornalista da Rádio e da TV Nova Regional.
Também realizou em 2009, com o apoio da diretora da Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento de Tietê – UPD/Tietê, Dra. Dulcineia Elizabete Foltran, o jornal “UPD em Pauta”, em comemoração pelos 85 anos de fundação da unidade, conhecida em Tietê e região como “Posto de Algodão”.
Atua ainda como assessora de imprensa voluntária da Associação Viva a Vida de Tietê, entidade que ajuda pessoas portadoras de câncer.
É homenageada com a Medalha Pirapora do Curuçá, cujo Decreto Legislativo é de autoria dos vereadores Sandra Maria Ferreira Vaz Takakura e João Batista Martelini Filho.
 
 
 
 
 
VALDIVA MARIA MELARÉ FLORESTO 
 
Nasceu no dia 18 de maio de 1939, no Bairro Cruz das Almas, Município de Tietê. É filha de Pedro Melaré e Luiza Tabarro Melaré.
Sendo a mais velha de sete filhos, cursou só até a 8ª série do primeiro grau. Com dez anos de idade foi morar com os avós paternos na cidade de Porto Feliz. Algum tempo depois toda sua família mudou-se para a mesma cidade.
Aos vinte anos casou-se e foi morar na cidade de São Paulo, onde residiu por quatro anos. Foi nesse tempo que nasceu sua primeira filha: Sônia. Mudou-se para Tietê e teve mais duas filhas: Cláudia e Luciana.
Iniciou sua vida profissional com a Malharia Kennelan ficando nesse ramo por vinte anos. Mais tarde mudou para a confecção de jeans conservando todos esses anos o mesmo nome.
Atuou em várias pastorais da Igreja Católica, uma delas a da catequese juntamente com outros trabalhos sociais. Trabalhou na década de 80, juntamente com o Sr. José Pires, na Santa Casa, fazendo visitas diárias aos doentes, naquele tempo não existia a Pastoral da Saúde, era um grupo que assumia a tarefa.
Na década de 90, com o ex-prefeito Ângelo Uliana, implantou em Tietê o Banco de Remédios, um trabalho feito pelas crianças da catequese em toda a cidade. Depois disso foi convidada a fazer vários trabalhos voluntários.
Até hoje ajuda nos trabalhos da igreja e coordena a catequese da Igreja Matriz da nossa cidade.
É homenageada com a Medalha Pirapora de Curuçá, cujo Decreto Legislativo é de autoria do vereador Narciso Pivetta.
 
 
 
 
 
ANTONIO GUITTE SIQUEIRA
 
Tone Martin, nasceu no dia 30 de junho de 1939, filho de João Martin Siqueira e Maria Eliza Siqueira. Trabalhou na Fazenda Peri-peri, no Bairro Garcia-onde nasceu, propriedade de Bento Antonio de Moraes. Em 1959 mudou-se para a Fazenda Vista Redonda no Zote.
Em 1961 casou-se com Maria Cacilda de Almeida Siqueira com quem teve três filhos. Tânia Regina Siqueira Sales, a mais velha nasceu na fazenda Vista Redonda. Em 1962 mudou-se para a Fazenda Santana de Paulo Toledo de Moraes, onde nasceu o segundo filho: Marcos Antonio de Almeida Siqueira. Da fazenda Santana a família foi para o Bairro Areia Vermelha e nos anos 70 mudou-se para a fazenda do Zote novamente prestando serviço. Em 1973 prestou concurso no Estado e trabalhou na Estação Experimental de Tietê - Posto de Algodão, onde nasceu seu filho caçula Fábio Luis de Almeida Siqueira. Ainda como funcionário do Estado, trabalhou na Escola “Plínio Rodrigues de Moraes” e na Casa da Agricultura. Os três filhos lhe deram cinco netos: Murilo Siqueira Sales, Daniele Siqueira Sales, João Victor Belaz Siqueira, Caio Marcos Belaz Siqueira, Júlia Anacleto Siqueira.
Hoje com 71 anos de idade, Tone Martin, como é conhecido, tem um pequeno comércio no Bairro da COHAB.
É homenageado com a Medalha Pirapora de Curuçá, cujo Decreto Legislativo é de autoria do vereador Marcelo Moraes.
 
 
 
 
ARNALDO DOS REIS
 
Nasceu em Tietê no dia 29 de abril de 1949. Concluiu o primeiro ano da primeira série no Grupo Escolar “Luiz Antunes”, transferindo-se para o Instituto de Educação “Plínio Rodrigues de Moraes”, onde concluiu o curso primário, segundo grau e curso científico. Transferiu residência para São Paulo em 1968, onde matriculou-se no Curso “Camões”, preparatório para a Faculdade de Direito, enquanto exercia as funções de escriturário do então Banco Comercial do Estado de São Paulo, desligando-se no final do mesmo ano.
Retornando para Tietê em 1969, exerceu diversos cargos na prefeitura municipal, enquanto cursava a Faculdade de Direito de Itapetininga, donde transferiu-se em 1970 para a Faculdade de Direito de Itu, passando a integrar a primeira turma daquela Faculdade.
Em 1971 desligou-se da prefeitura em razão de ter sido nomeado estagiário do Ministério Público do Estado de São Paulo, até sua colação de grau ocorrida em abril de 1973. Prestou e foi aprovado no primeiro exame da Ordem dos Advogados do Brasil no mesmo ano.
Iniciou o efetivo exercício da advocatícia em janeiro de 1974, em escritório próprio instalado na Rua Enock Barreira de Macedo, n° 203, onde permaneceu até agosto de 1988, transferindo-se para novo prédio próprio na Rua Tenente Gelás n° 1.181.
Durante a vida profissional, única e exclusivamente dedicada à advocacia, teve a oportunidade de prestar serviços como contratado, por período aproximado de treze anos, para o antigo FUNRURAL e posteriormente para o INSS. Exerceu a assessoria jurídica do Sindicado Rural Patronal de Tietê. Por longos anos, prestou serviços de assessoramento jurídico ao Unibanco e Banco Real, além de assessoramento a grandes empresas.
Por três vezes, exerceu a vice-presidência da 32ª Subsecção da OAB de Tatuí, a que pertenciam Tietê, Laranjal Paulista, Conchas e Cerquilho, até que, em 1985, juntamente com valiosos colegas, contando com o apoio incondicional do amigo e então Presidente da Seccional de São Paulo da OAB, Dr. Márcio Tomás Bastos, promoveu trabalhos junto à seccional, criando a 134ª subsecção de Tietê da OAB, quando, honrosamente, foi indicado por unanimidade, para o exercício da primeira presidência, participando, posteriormente, de outros cargos junto às diretorias posteriores.
Atualmente, já prestes a completar a quarta década de exercício profissional, continua atuando em seu escritório.
É homenageado com a Medalha Pirapora de Curuçá, cujo Decreto Legislativo é de autoria do vereador Manoel David Korn de Carvalho
 
 
 
 
 
 
 
TÍTULOS DE CIDADÃO TIETEENSE
 
 
 
 
MARCOS ALVES CORNIATI
 
Nasceu no dia 30 de junho de 1982, na Chácara Flora em São Bernardo do Campo. Morou em Diadema até os sete anos de idade. Morou também em Rafard e Capivari. Aos dez anos de idade veio para Tietê.
Concluiu seus estudos regulares na Escola “Plínio Rodrigues de Morais” onde estudou desde a quinta série.
Estudou teclado com a Profª Elidamares Cortez no Centro Cultural e Profª Cássia na Escola Venetto.
No ano de 1996 fez a prova no Conservatório de Tatuí para o instrumento Cravo estudando 3 anos e tendo como professores Pedro Persone e Maria Eugênia Sacco Neto.
Em 2000 estudou teclado no Conservatório tendo como Professores Meire Varella e Cláudio Casarini. No ano de 2002 começou a estudar Piano no mesmo Conservatório no curso de Piano Comercial MPB/JAZZ, tendo como Professor Cláudio conhecido como “Federal”.
Concluiu seus estudos musicais em 2006, formando-se em Teclado e Piano Comercial MPB/JAZZ, Teoria Musical, Extruturação Musical, Análize Musical, História da Música - Clássica e Popular, Folclore, Harmonia, Arranjo e Orquestração com o Maestro e Saxofonista Hector Costita, pelo Conservatório Dramático e Musical "Dr. Carlos de Campos” em Tatuí.
É homenageado com o Título de Cidadão Tieteense, cujo Decreto Legislativo é de autoria do vereador Pablo Civitella.
 
 
 
 
 
ROSA FUMICO YAMAMOTO FOLTRAN
 
Nasceu em Tatuí no dia 06 de junho 1954, filha de Massaru Yamamoto e Yaiko Hami Yamamoto.
 Fez o curso primário no Grupo Escolar “João Florêncio” de Tatuí e o ginasial na Escola Industrial Estadual “Sales Gomes” também daquela cidade. Conclui o colegial no Instituto de Educação “Barão de Surui”.
Formou-se pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Tatuí com licenciatura em 1º grau em Artes Praticas em dia 13/05/1978.
Trabalhou de 1º de abril de 1971 a 31 de janeiro de 1979 na Casa dos Presentes de Tatuí.
Casou-se em 17/02/1979 com Luiz Valdemar Fotran.
Trabalhou por mais de 25 anos na Farmácia Santa Terezinha juntamente com seu marido.
Seu trabalho na área social é bastante extenso: Senhora de Rotariano por mais de 25 anos, foi 1ª Dama Rotaria por duas vezes no Rotary Club de Tietê, é mentora do Título “Paul Harris”, comenda esta que corresponde a uma doação feita à Fundação Rotária em nome do agraciado e é oferecido em homenagem aos serviços prestados ao Rotary Internacional.
É também Dama Voluntária do Lar São Vicente de Paulo, onde ingressou em 1995, portanto, com 15 anos de voluntariado, onde faz juntamente com toda Diretoria e Damas Voluntárias um trabalho de amor, dedicação e respeito para com o próximo.
Ocupa o cargo de Tesouraria do Lar São Vicente de Paulo desde o ano de 1999.
Voluntária da Oficina de Caridade Santa Rita de Cássia, faz parte do Conselho Fiscal.
É homenageada com o Título de Cidadã Tieteense, cujo Decreto Legislativo é de autoria do vereador Narciso Pivetta.
 
 
 
 
RAUL TORREZAN
 
Nasceu na antiga Vila Saltinho, em 03 de março de 1933, filho de Antonio Torrezan e Ana Daltrozzo Torrezan. Estudou no Grupo Escolar de Saltinho até o quarto ano primário.
Mudou-se para Tietê, em 05 de janeiro de 1956, na Rua Vila Nova, 1.444 atual prédio da catequese do Bairro São Pedro.
Desde criança ajudou sua família na lavoura de café, milho e algodão, e também trabalhava como aprendiz de carpinteiro e ferreiro em uma oficina da época. Dos 22 aos 24 anos, dedicou-se exclusivamente ao beneficiamento de arroz e ao moinho de milho da família.
Casou-se em 1959, com Theresa Bernardino Torrezan, também natural de Saltinho, filha de Frederico Bernardino e Amabile Possato. Tiveram quatro filhos: Sueli Terezinha Torrezan Beloto, Raul Celso Torrezan, Paulo César Torrezan (in memorian) e Sergio Luis Torrezan.
Hoje com oito netos, reside na Rodovia Cornélio Pires e juntamente com três dos seus irmãos continua executando serviços de ferreiro, como pioneiro da região. São também proprietários da Fábrica de Carrocerias Torrezan.
Tieteense por opção, sempre trabalhou como voluntário, em várias comunidades religiosas da cidade e é muito amigo e querido de todos que o conhecem.
É homenageado com o Título de Cidadão Tieteense, cujo Decreto Legislativo é de autoria do vereador Palmiro Belotto Franzini.
 
 



 
JOSÉ ODORICO DE OLIVEIRA PASSOS 
 
Nascido em 22 de janeiro de 1941, na cidade de Fartura/SP. É casado com Maria do Carmo Moreira Passos, com quem teve 4 filhas: Jussara, Suzana, Fabiana e Tatiana.
Mudou-se para Tietê para trabalhar como Oficial, no Cartório de Registros e anexos, onde exerceu sua atividade por muitos anos.
 
Maestro e Pistonista foi responsável pelos arranjos e direção da Orquestra do Sr. Reginaldo Franzini de 1961 à 1970.
Ingressou na magistratura, sendo Juiz de Direito nas cidades de Sumaré e Campinas, mais tarde tendo sido promovido para Desembargador do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.
Considera Tietê sua terra natal, vindo por diversas vezes nos ensaios da orquestra, que está formando.
É homenageado com o Título de Cidadão Tieteense, cujo Decreto Legislativo é de autoria do vereador Pedro Henrique Macerani.
 




AMAURI BELLA RODRIGUES

Nasceu na cidade de Tatuí, no dia 29 de janeiro de 1975.
Em 1995 partiu para Sorocaba, onde ingressou no Curso de Tecnologia em Mecânica, modalidade projetos da Faculdade de Tecnologia de Sorocaba - FATEC, curso esse concluído no ano de 1998.
No ano de 2000 deixou Sorocaba e foi trabalhar na cidade de Boituva.
Foi em 2001 que sua vida teve uma mudança significativa, pois deixou de trabalhar no ramo industrial e passou a dedicar-se exclusivamente ao Reino de Deus. Ingressou no Seminário Presbiteriano do Sul- SPS na cidade de Campinas, visando estudar Teologia, curso esse concluído no ano de 2004.
Em 2005 assumiu a Congregação Presbiteriana Vida Nova, no Bairro São Pedro. Ali desenvolveu Projetos Sociais como: “Inclusão Digital” e Escola Bíblica de Férias no ano de 2005 e 2006.
No ano de 2007 foi transferido para a Igreja Presbiteriana de Cruz das Almas, onde continuou exercendo o seu ministério pastoral, e assim o faz até os dias de hoje.
Aqui em Tietê, o Pastor Amauri Bella Rodrigues construiu grandes amizades e resolveu constituir também sua família; casou-se em 16 de abril de 2005 na Igreja Presbiteriana, com Daniela Lúcia Eller Rodrigues, com quem tem um filho: Pedro Eller Rodrigues.

É homenageado com o Título de Cidadão Tieteense, cujo Decreto Legislativo é de autoria do vereador José Wilson dos Santos.


© 2012 Câmara Municipal de Tietê. Todos os direitos reservados.
Praça Dr. Elias Garcia, 112 - Centro - Tietê/SP - CEP: 18530-000
Tel: (15) 3285-9500 :: By TI Brasil